Blog

Campanha de doação de sangue ajuda na plantação de cinco mil novas árvores no Rio de Janeiro

Por: Adriano Dias
17/10/2021 – 10h37min


Projeto “Sangue é Vida” vingou entre duas datas dedicadas à conscientização do Meio Ambiente.
(Foto reprodução Internet)

Toda árvore tem a nobre missão de gerar frutos. Toda boa ação gera consequências positivas. Essas duas frases – que já podemos chamar de clichê – se encaixam perfeitamente com a campanha “Sangue é Vida”. A inciativa da Prefeitura do Rio com o HEMORIO fez com a cidade ganhasse a adesão de mais de mil mudas de árvores extras ao resultado final da ação, totalizando 5 mil novas árvores que vão ser plantadas nas ruas, praças e parques das zonas Norte e Oeste. Os números foram divulgados pela Fundação Parques e Jardins (FPJ).

De uma data importante para outra

Lançada no dia 29 de setembro, quando é celebrado o Dia da Árvore, a ação foi realizada durante duas semanas, até o dia 04 de outubro, quando nos lembramos do Dia da Natureza. A missão do projeto era converter o número total de doações de sangue ao instituto em novas mudas de árvores para a cidade. Durante esta jornada, o HEMORIO atingiu o patamar de 3.964 bolsas de sangue arrecadadas, o que representou um aumento de 32% nas doações em relação ao mesmo período do ano passado. Ainda segundo o HEMORIO, o total de bolsas de sangue doadas poderá salvar mais de 15 mil vidas, já que cada bolsa de sangue pode ser utilizada por até quatro pessoas.

O complemento de 1.036 mudas extras ao resultado final foi um gesto de agradecimento aos cariocas pela participação na campanha, segundo o presidente da FPJ, Fabiano Carnevale. “Obrigado a todos que ajudaram o HEMORIO a aumentar os estoques, e que também contribuíram com a causa da arborização urbana nas regiões que mais precisam de árvores na cidade”, ressaltou o chefe da instituição.

Ainda de acordo com Carnevale, os plantios das novas mudas vão acontecer gradualmente, de acordo com a agenda de ações de arborização da Fundação. Durante o plantio das novas árvores, ele informou que a população vai ficar sabendo sobre a origem da ação e o resultado da parceria com o HEMORIO.

Doar sangue: ato que salva vidas

Órgão da Secretaria Estadual de Saúde, o HEMORIO abastece as principais emergências, maternidades e unidades de saúde da capital, além de enviar sangue, quando necessário, para hospitais em todo o estado do Rio. Vale ressaltar que todo o sangue doado é usado principalmente em grandes emergências como acidentes de trânsito, em cirurgias e em pacientes com doenças oncológicas e hematológicas.

Não custa lembrar que, quem já contraiu a COVID-19, pode doar sangue 30 dias após estar curado da doença. No caso das vacinas, também é permitido doar. Quem tiver sido imunizado com a Coronavac está liberado para doar sangue 48h depois da aplicação. No caso dos demais imunizantes, o prazo é de uma semana. A doação de sangue é um ato voluntário e altruísta que salva vidas.

Quem não puder doar sangue pode participar divulgando a importância da doação. A coleta é um processo muito seguro. Todo o material utilizado é estéril, descartável e de uso individual. Antes da coleta, é feita uma triagem com questionário e entrevista para descobrir se o cidadão está apto a fazer a doação. Na doação habitual, são coletados até 450 ml de sangue.

Veja também: Rio de Janeiro ganha Fábrica de Árvores para produção de mudas

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela