Plantão Rio Notícias

Ministério Público move ação contra ocupações irregulares na Reserva Biológica do Tinguá

Enviado em 14 de abril de 2021 às 12:55 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal propôs uma ação civil pública contra a Light e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade  para impedir ocupações irregulares no interior da Reserva Biológica do Tinguá  e em sua zona de amortecimento, de modo a assegurar que quaisquer pedidos de instalação de energia elétrica sejam devidamente precedidos de autorização e análise da Rebio Tinguá. Com a decisão, a Light e o Instituto devem realizar vistoria em todas as áreas da reserva, e elaborar planejamento de atuação eficaz na prevenção de ocupações irregulares e de instalações de energia elétrica sem a devida autorização. Em setembro de 2019, a empresa e o instituto se comprometeram, em reunião com o MPF, a realizar a vistoria nas áreas da Rebio em 60 dias.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela