Plantão Rio Notícias

Funcionários de Hospitais do Rio voltam a diluir sedativos por falta de medicamentos.

Enviado em 26 de maio de 2021 às 10:19 | Publicado por Equipe Rádio Rio de Janeiro

Unidades de saúde do Rio de Janeiro voltaram a sofrer com a falta de estoque de medicamentos usados na sedação de pacientes com sintomas graves de covid-19. De acordo com denúncias de funcionários que atuam nas unidades do Hospital Albert municipal Schweitzer, Hospital Municipal Pedro II, Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e os hospitais da rede federal do Andaraí e dos servidores do estado, a situação voltou a ser preocupante. A falta de sedativos, considerados itens do ‘kit intubação’, afetam diretamente os pacientes internados nas utis. O médico e diretor da associação de hospitais privados do estado do Rio, Graccho Alvim, explica que se o paciente não recebe sedação, é mais difícil realizar alguns procedimentos comuns em pacientes, um deles seria a posição de “prona”, quando o paciente é colocado de barriga para baixo, o que melhora a oxigenação do paciente.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela