Blog

Professora cria “livro de elogios” para ajudar na autoestima das crianças

Por: Isabela Lauriano
10/05/2022 – 08h37

O desenvolvimento da autoestima na criança começa ainda nos primeiros dias de vida, por isso, é importante que a mesma seja estimulada desde cedo.(Foto reprodução Internet)

 

Saúde e bem-estar estão entre os principais desejos das populações mundo afora. Para lidar com as adversidades impostas pela pandemia de covid-19, os cuidados com o corpo e a mente têm sido fundamentais. E o que dizer da autoestima? A autoestima ajuda a identificar como cada um avalia as próprias emoções frente à maneira como consegue agir.

Diariamente lidamos com situações que muitas vezes não conseguimos enfrentar. Por conta da pandemia, passamos por um momento de pânico generalizado, e não foi fácil saber lidar com as nossas emoções. Assim como os adultos, a pandemia também influenciou a autoestima das crianças.

Durante o passar dos anos o desenvolvimento da criança passa por aspectos cognitivos, sociais, emocionais e físicos, englobando uma série de características e habilidades. Diante desse cenário, a autoestima infantil é muito importante e as famílias podem ajudar a desenvolvê-la. Pensando nisso, a professora Sandra Cristina da Silva Cassiano, do Rio Grande do Norte, criou um caderno de elogios para incentivar e melhorar a autoestima dos alunos. O caderno é composto por folhas de rascunhos que seriam descartadas e páginas de revistas e jornais antigos.

Para ela, a importância não é como estão as folhas do caderno e sim, a essência da iniciativa, fazer com que os estudantes se vejam como pessoas especiais como o são de fato.

Com o caderno, Sandra mostrou que com palavras positivas e frases afirmativas, os estudantes poderiam descobrir a autoestima o que, com o tempo, segundo ela, melhorou o desempenho e o relacionamento dentro e fora da escola.

O caderno mostra como o carinho e o afeto do aluno, junto ao conhecimento adquirido nas aulas, pode construir outra visão de vida nos estudantes.

Sandra decidiu criar o projeto, pois percebeu que as crianças, por terem uma situação periférica, acabavam acreditando que essa situação não poderia mudar, por isso, decidiu trabalhar a autoestima deles, com o objetivo de tornar aquelas crianças, adultos mais confiantes e seguros de si.

É importante estimular a autoestima desde a infância. Nem todos entendem a importância da autoestima e, muitas vezes, se descuidam. O desenvolvimento da autoestima na criança começa ainda nos primeiros dias de vida.

A professora percebeu que o projeto estava dando certo, quando encontrou na rua, seus ex-alunos que já cresceram e disseram que ela foi muito importante para a vida deles e que eles são jovens mais seguros e confiantes.

Algumas primeiras experiências que podem conduzir à uma baixa autoestima e a criança pode ter uma percepção pobre de si mesma, por exemplo: castigos. Negligência ou abusos verbais ou físicos (um crime) comparar as crianças.

Um estudo desenvolvido pela Kantar, empresa de dados, insights e consultoria, constatou que o número de brasileiras que sofrem com a autoestima baixa chega a 20%.

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela