Blog

Novo planeta parecido com a Terra é descoberto por cientistas da Bélgica


Um dos planetas seria considerado o segundo ‘novo’ planeta possivelmente habitável. (Foto: Reprodução da internet)

 

Por: Isabela Lauriano

13/09/2022 – 11:40h

Quem pensa que a Terra é o maior planeta do sistema solar, está enganado. Recentemente, cientistas observaram dois planetas rochosos maiores do que a Terra orbitando a zona habitável de uma estrela anã. De acordo com os pesquisadores, um deles pode ser o segundo exoplaneta mais parecido com a Terra.

 
Na pesquisa, os observadores chamaram os planetas de LP 890-9b e LP 890-9c, também chamado Speculoos-2c. As descobertas foram publicadas na revista científica Astronomy & Astrophysics.
O primeiro planeta identificado foi o LP 890-9b, que hoje está sendo observado por astrônomos de todo o mundo, mas ele não chamou tanta atenção quanto o segundo: o LP 890-9c ou também denominado Speculoos-2c, a 105 anos-luz de nós, com características mais intrigantes.

 

A maior novidade em relação ao planeta mais recente, no entanto, é que ele se encontra em uma zona potencialmente habitável e sua órbita permite que ele receba uma quantidade de radiação parecida com a da Terra. A presença de água na superfície também é uma possibilidade.
Os planetas foram localizados pela Nasa e pela Universidade de Liège, na Bélgica, por meio dos telescópios Specullos (busca por planetas habitáveis e estrelas ultrafrias eclipsadas, na sigla em inglês), instalados no Chile e no arquipélago de Tenerife, na Espanha.

 

O planeta LP 890-9c ou Speculoos-2c possui apenas alguns detalhes descobertos, como seu tamanho e tempo de órbita. Seu raio é de 30% a 40% maior que o da Terra e ele leva apenas 8,4 dias para orbitar sua estrela anã.

 

Localizado a cerca de 105 anos-luz da Terra, o Speculoos-2c tem raio de 30% a 40% maior que o da Terra e com um período orbital de 8,5 dias (o da Terra é 365 dias). Esse seria o segundo ‘novo’ planeta possivelmente habitável. O primeiro é o Trappist-1e, fora do nosso Sistema Solar.

 

Ano passado, o satélite Transiting Exoplanet Survey Satellite (Tess) da Nasa, divulgou uma lista de planetas recém-descobertos com potencial de abrigar vida. A partir de então, os cientistas têm se dedicado a estudar cada um deles. A expectativa é que o telescópio James Webb possa revelar mais informações, como por exemplo a presença de atmosfera e do que ela é feita.

 

Os pesquisadores também consideram que ele pode ser o segundo planeta mais habitável já descoberto até hoje, depois do Trappist-1e, fora do nosso Sistema Solar, e com possibilidade de conter água líquida em sua superfície.

 

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela