Blog

Casal cria kit com joaninhas para estimular contato de crianças com o meio ambiente

Por: Lohrrany Alvim
01/05/2021 – 14h02
O projeto ‘Asas e Cores’ ensina sobre a metamorfose do inseto, semelhante a da borboleta.(Foto reprodução Internet)

 

Quem nunca plantou um pé de feijão quando pequeno? Ou ficou encantado com as borboletas após descobrir sobre a metamorfose que este inseto passa? Pensando nessa interação com a natureza, um casal de Paulínia (SP) criou uma loja com kits educativos que permitem acompanhar a vida de outro inseto adorado por todos: a joaninha.

Você sabia que a joaninha passa pelo o mesmo processo da borboleta? Pensando em explicar o desenvolvimento biológico de maneira divertida, Guilherme Trivellato e Katherine Pérez iniciaram o projeto “Asas e Cores”, que surgiu da necessidade de tirar as crianças do mundo virtual e estimular o contato com o meio ambiente.

“Quando entrou a pandemia, com todo mundo fechado dentro de casa, a gente só tem o celular e a televisão. Não tem muito para onde correr. Então, pelo menos cria uma semana em que a criança se envolve com um pouquinho de natureza”, explicou Trivellato para o G1.

Especialistas em insetos, o casal conta que o kit de joaninhas é composto por 15 larvas que vão se tornar adultas. Todas são colocadas em um espaço no qual é possível se movimentar e manter a distância entre elas. Trivellato explica que, para o inseto se desenvolver, é preciso fornecer comida e água. Dessa forma, cada conjunto contém ovos de mariposa esterilizados e uma substância que, “em contato com a água, vira um gel e esse gel não evapora”.

De acordo com os criadores, esta foi uma tecnologia desenvolvida para não correr risco de a criança esquecer de reabastecer e as joaninhas morrerem desidratadas. Após o processo da metamorfose, é hora de retirar as joaninhas adultas do kit. A ideia é que as crianças levem os insetos para qualquer área verde que tenham perto de casa.

 

Metamorfose da joaninha

Como ressaltamos no início, a joaninha passa por metamorfose completa como a borboleta: inicia-se no ovo, que ao eclodir, libera larvas ativas. Após esse processo, se tornam pupas imóveis e por fim as joaninhas adultas com asas. O biólogo Guilherme Trivellato frisa que, apesar de o produto conter 15 larvas, nem todas chegarão à fase adulta.

“A taxa de sucesso na natureza é cerca de 1%, então de 100 larvas, só uma vai virar joaninha. Quando está no kit que tem 70% de sucesso, tem um grande ganho na preservação da joaninha”, relatou.

O casal também alerta para não demorar mais de cinco dias para soltar os bichinhos depois de o desenvolvimento ser concluído. O kit é vendido pela internet e custa a partir de R$ 124,80 com o habitáculo e as larvas.

 

Importância da natureza durante a pandemia

Idealizadora do kit interativo ao lado do marido, Ketherine Pérez ressaltou a relevância de se conectar com a natureza em tempos de pandemia do coronavírus.

“Quando as pessoas estão em ambientes fechados onde não há muitas chances de interação com o mundo exterior, uma planta, uma flor, uma borboleta, uma formiga, um pássaro podem nos ensinar a ver a vida de outra perspectiva”, conta.

A bióloga, que tem uma filha de dois anos, afirma que é preciso apresentar outras realidades além do mundo virtual e ensinar desde cedo como cuidar do meio ambiente.

Veja também: Iniciativa leva água potável a regiões carentes do Brasil

> Voltar

© Copyright 2018 - Rádio Rio de Janeiro

Tsuru Agência Digital
Desenvolvido pela